São Paulo -   Política de atendimento  Contato  Home
Produtos básicos para a construção Armação de ferro p/construção - Armação de ferro p/construção para residencias - Armação de ferro p/construção galpões - Armação de ferro p/construção para gro-negócio



Acelerando sua obra

 
Ferro e aço para construção <>
Abrigos para botijão de gás <>
Meia canaleta de concreto <>
Placas de concreto p/piso <>
Pingadeiras de concreto <>
Mourões de concreto <>
Lajes pré-moldadas <>
Elementos vazados <>
Pisos intertravados <>
Caixas de inspeção <>
Blocos de concreto <>
Telhas de concreto <>
Tubos de concreto <>
Anéis de concreto <>
Guias de concreto <>
Blocos cerâmicos <>
Telhas cerâmicas <>
Pisos táteis <>
 

 

Entregas programadas
Ao comprar no
Portal das telhas, a sua
mercadoria é entregue na obra
com rapidez e segurança!
Grande São Paulo - Arujá - AlphaVille - Atibaia - Barueri - Bom Jesus dos Perdões - Caieiras - Cajamar - Campo Limpo Paulista - Carapicuíba - Cotia - Diadema - Embú das Artes - Embú Guaçu - Ferraz de Vasconcelos - Francisco Morato - Franco da Rocha - Granja Viana - Guarulhos - Ibiúna - Igaratá - Itapecirica da Serra - Itapevi - Itaquaquecetuba - Jandira - Jundiaí - Mairiporã - Mauá - Mogi das Cruzes - Nazaré Paulista - Osasco - Perús - Poá - Ribeirão Pires - Riacho Grande - Rio Grande da Serra - Santana de Parnaíba - Santo andré - São Bernardo do Campo - São Caetano do Sul - Sorocaba - Suzano - Taboão da Serra - Vargem Grande Paulista - Várzea Paulista

Lixo das construções

Nos grandes centros urbanos
do país, já há dificuldade
para se depositar o lixo das
construções tais como:
sobras, entulhos, etc...

...recicle!

A naturêza agradece.
ARMAÇÃO
DE FERRO
CONSTRUÇÃO

Armação de ferro para construção

  

Armação de ferro para construção

     A armação de ferro para construção no Brasil vem caminhando a passos largos, e a cada dia agrega valores e conhecimentos que auxiliam a engenharia nacional a desenvolver-se a ponto de hoje o Brasil ser um dos paises que mais exporta, não só a mão-de-obra especializada, mas também o "know-how" tecnológico para diversos continentes.

     Durante muitos anos, o Brasil exportou o minério bruto para o mundo todo, sem desenvolver a indútria de ferro e aço. Com a expansão de Brasília, nos anos 60, iniciou-se uma corrida para alimentar o setor para acompanhar o crescimento das construções. Assim o fomento da contrução civil alimentou o setor, aplicando toda tecnologia de que eram capazes afim de atender a demanda.

     Muitas empresas se dedicavam exclusivamente, para o desenvolvimento do ferro para a armação destinada a construção civil. Foi o caso da Gerdau que instalou diversas unidades para atender os mercados locais e de empresas que se instalaram no Brasil afim de suprir a enorme demanda das obras que se iniciavam em vários pontos do país que alavancava, também a indústria de outros setores.

     Muitas pessoas comentavam que a transferêcia da capital do país da Guanabara no Rio de Janeiro, para Brasília no interior do Brasil, traríam enormes entraves à burocracia, e as decisões importantes levariam muito tempo para serem colocadas em prática. O tempo mostrou que isso não era verdade! Cidades cresceram em torno da Brasília, expandiram nos estados de Goiás -que se dividiu em Goiás e Tocantins -; Mato Grosso - que se dividiu em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, estradas levavam expansão à cidades que poderíam serem consideradas como "lugarejos". O setor de ferro crescia junto e a armação de ferro subia os degráus da expansão do crescimento econômico brasileiro. A ABNT(Associação Brasileira de Normas Técnicas), iniciava o processo de criação das "NBR's", que iríam nortear o desenvolvimento do setor, normatizando os produtos e sub-produtos.

     A engenharia brasileira, dava sinais claros de competêcia e garra que a faría conhecida no mundo todo, como uma das mais avançadas e junto com ela, o setor de ferro e aço para construção.

     Durante uma feira de contrução em São Paulo em 2003, uma construtora ergueu em 5(cinco) dias, 2(dois) andares de um prédio. Foram fornecidos as telas e treliças e vergalhões CA-50, enquanto uma outra empresa, entregaria a ferragem pronta(corte e dobra) de toda a armação de ferro necessária para erguer os dois andares. É claro que o tempo ajudou com dias de sol e o cronograma foi concluído com perfeição. Isto, só foi possível, porque enquanto o pessoal da obra, se preocupava com o cronograma da obra em si, o pessoal do corte e dobra(ferragem pronta), fornecia as armações de ferro no tempo certo para o andamento da obra.

     Essa cronologia, pode ser alcançada por qualquer organização, desde que sejam escolhidos os parceiros certos para a logística do fornecimento do material de apoio utilizado na armação de ferro, com ferragem pronta(corte e dobra) e a final amarração com arame recozido.

     Isto é lógico, porque o pessoal responsável pela armação de ferro, tem nas mãos, todo o ferramental e acessórios para desenvolver um trabalho específico e seriado(como numa linha de produção), propiciando muito mais rapidez e eficiência.

     Assim, a armação de ferro recebe todo conhecimento e tecnologia que agilizam o trabalho, barateando os custos.

     A armação de ferro para construção pode ser fornecida de duas formas direrentes:

a) Ferragem pronta. Dessa forma a armação de ferro pode ser fornecida pronta para aplicação na construção como colunas, vigas, sapatas, etc.

b) Corte e dobra.Dessa forma a armação de ferro é fornecida semi-pronta, isto é, cortada nas medidas conforme projeto com os estribos e vergalhões nas medidas e bitolas pré-determinadas pelo setor de engenharia e projetos.

     Quando utilizar uma forma de armação de ferro com a ferragem pronta e quando utilizar a armação de ferro em corte e dobra?

     Depende muito da proximidade da construção(obra) com o fornecedor. Se a obra for bastante próxima do fornecedor e não houverem os profissionais para realizar os serviços de armação de ferro, é melhor comprar a ferragem pronta. Contudo, devemos lembrar que esse tipo de armação ocupa muito mais espaço no veículo de transporte já que é uma carga "oca" e ainda não pode ser remontada com muitas camadas. Se a construção(obra) é de porte médio ou grande e o fornecedor não está muito próximo, o melhor é optar pelo corte e dobra que pode ser transportado em quantidades mais expressivas, pois ocupam melhor a capacidade do veículo de transporte. Neste caso é imprescindível que haja o pessoal para executar o serviço de armação de ferro na própria obra.

     Numa construção de pequeno porte que utiliza uma quantidade menor de ferragem é conveniente adquirir todo o material pronto para a aplicação na obra. Esse tipo de construção não comporta o custo do armador de ferro que é um profissional especializado apenas neste tipo de trabalho. Convém sempre fazer as contas e colocar tudo "na ponta do lápis" para não onerar os custos da obra.

Voltar para ferro e aço para construção